Archive for the ‘Momento Verde’ Category

Teremos futuro?…

Posted: 07/08/2008 in Momento Verde
Etiquetas:, , ,

Será este o futuro?

Perguntam vocês, que coisa é esta tão importante que mais parece o chassis de um automóvel numa linha de montagem?

A ideia já não é nova, a notícia também não, mas é capaz de marcar uma viragem importante na tentativa de não transformarmos todas as nossas cidades em blocos de poluição como as que se vêm, por exemplo, em Pequim (que está tão em voga) e que os jornalistas fazem parecer como a mais poluída cidade do mundo (se calhar até é).

Esta foto regista a produção de veículos Honda no Japão, com vista ao mercado dos Estados Unidos (não queriam que fosse noutro lado, pois não?), mais especificamente na Califórnia uma vez que este tipo de veículo requer uma infraestrutura própria (infraestrutura doméstica) que apenas está disponível neste estado, do modelo FCX Clarity e que mais não é que o primeiro carro, para consumidor final em “larga” escala, de emissões zero para a atmosfera.

A tecnologia é simples e antiga, agora aplicada a veículos automóveis, e mais não é (explicado de forma muito simplificada) que a combinação química de 2 elementos, oxigénio e hidrogénio (O2 e H2), para a produção de energia eléctrica e térmica, cuja única emissão final desaproveitada é a ÁGUA.

Depois de passar a linha de montagem, o resultado final será este que agrade ou desagrade é uma avanço tecnológico que já tarda (e vai continuar a tardar pelas previsões de produção) e que irá contar com apenas cerca de 200 unidades em cerca de 3 anos. Os primeiros clientes foram personagens do mundo dos filmes (como não poderia deixar de ser tendo em conta a publicidade que isso gera) mas reunindo certas condições qualquer um se pode candidatar.

Tem vantagens óbvias, para quem não necessitar de autonomias superiores a 450 km’s (valor aproximado), como sendo as faladas emissões zero, a economia de combustível dado ter uma consumo equivalente a 74 mpg (milhas realizadas por galão de combustível) sendo que o consumo médio de um carro normal a gasolina será cerca de 40-50 mpg (quanto maior este valor, melhor), melhor e mais eficiente armazenamento da energia eléctrica gerada (baterias melhores e mais pequenas).

A ver pelo histórico de outro tipo de tecnologias (tipo os híbridos e energia eléctrica “based” da Toyota e Honda) e contando que os “lobbys” do petróleo não ganham a guerra, lá para 2020 os fabricantes europeus estarão a desenvolver uma solução idêntica e as revistas de automóveis da especialidade estarão a dizer que se fez história e que a Audi, Mercedes, BMW’s e outras que tais estão na frente da tecnologia porque para estas revistas apenas o que é alemão é bom.

O melhor é esperar mas fica aqui o meu registo de alguma esperança que indique que a necessidade aguça o engenho.

Cumprimentos

Mais informação no Híbridos Clube e Honda Forum e Página própria

Anúncios

Decidi escrever esta carta à EDP depois de recentemente ter ouvido numa notícia na rádio que uma qualquer Junta de Freguesia deste país tinha sido multada pela ASAE por utilizar biocombustíveis (óleo de fritar comum) em lugar do gasóleo tradicional num camião de recolha de lixo e como tal estaria a lesar o estado por este tipo de combustível não pagar impostos.

Nem sequer vou colocar adjectivos nesta atitude idiota, ridícula, prepotente, apenas possível com autoridades instruídas por um governo com as mesmas características atrás mencionadas.

Ex.mos Srs. da EDP

Venho desta forma demonstrar o meu pleno sentimento de culpa e, como tal, redimir-me de um breve momento de insanidade que, sem qualquer tipo de misericórdia, assolou a minha mente turvada pelos ideais ecológicos .

Há alguns meses atrás, no intuito de demonstrar que continuo a acreditar que este planeta tem um futuro e que os meus filhos, os meus netos e seguintes gerações de descendentes pelo menos tão inteligentes e modestos como eu, irão respirar muito mais que dióxido de carbono e metais pesados, cometi o imperdoável crime de comprar um carro híbrido. Este tipo de veículo, como é sabido tem como principal característica a capacidade de reduzir consumos de combustíveis fósseis à custa de, entre outras tecnologias, produção e uso de energia eléctrica. E aqui começaram os meus problemas.

Já há cerca de oito meses que não tenho descanso, nem mesmo a dormir, com problemas de consciência. Todas as noites acordo 3 ou 4 vezes com um pesadelo que se repete, onde a cada esquina aparece o ministro das finanças à minha frente e grita constantemente,… TRAIDOR,… TRAIDOR.

Fundamentalmente, venho pedir que terminem a minha agonia e que me digam como poderei regularizar a minha situação. Digam-me como poderei passar a pagar a energia que gasto para movimentar o meu carro e assim pagar os impostos com que o nosso querido governo tão bem gere o nosso País. Nem sequer pode servir de desculpa o facto de o próprio carro produzir a energia uma vez que também não tenho licença para isso e as inscrições para pequenos produtores é só para quem injecta electricidade na rede.

Peço pois que ponham cobro a este problema que já me tem trazido diversas angústias e que me provoca vários momentos de extremo stress, unicamente aliviado quando bato na mulher e nos filhos. Apesar de desta forma não poupar em temos económicos pois os três a quatro litros aos 100 que gasto a menos do que com o anterior veículo vão parar de novo ao Estado, pelo menos poupa-se em emissões de CO2 para a atmosfera e eu durmo muito melhor.

Grato pela atenção e tempo eventualmente gasto na resolução do problema.

Assino

Já imaginaram um carro que não precisa de ao posto de abastecimento mais próximo de 3 em 3 dias para vos “chupar” mais 50€, pois bem ele existe mas…, e há sempre um mas, é para alugar e não é em Portugal (claro).

Por fora é um VW Beetle como outro qualquer mas debaixo da capota está um motor 100% a Bio-Diesel.

biobeetle.jpg

A ideia é muito boa e pode ser aproveitada em força por pais e jovens que ao fim de semana fazem o favor de entupir as artérias aos filhos (ou eles próprios) nos centros comerciais e pedir ao gerente do McDonalds para atestar.

A companhia é esta.

Esta noticia foi inspirada noutra que vi aqui neste blog que me parece de grande interesse.

Cumprimentos

Comprei um HíBRIDO…

Posted: 03/12/2007 in Momento Verde

Na minha busca por um futuro melhor, decidi há uns tempitos, não comprar o carro que me convinha mas sim um carro mais ecológico, ou seja, menos gastador e menos poluente essencialmente.

Como a escolha do mercado não é muita (ainda…, apesar de cada vez mais se ouvir falar no lançamento de caros mais “ecológicos”) a escolha recaia sobre 2 modelos, o Prius da Toyota ou o Civic Híbrido da Honda, ambos híbridos apesar de usarem tecnologias diferentes. Havia também o Lexus mas como não tenho memória que me tenha saído o €uromilhões recentemente, essa hipótese não foi equacionada.

Mesmo antes de fazer uma visita ao stand foi de comum acordo cá em casa que a ninguém agradava o aspecto do Prius, assim ficamos reduzidos a 1 modelo o que facilita um pouco a decisão do carro, apesar de as mulheres encontrarem sempre outras razões para haver indecisão, tipo a cor do mesmo e o tipo/cor dos estofos.

No fim das contas optamos por o que mais agradava aos que tinham poder de decisão e mandamos vir um carro preto com os estofos em couro bege.FrenteTraseira

E a parte que mais me agrada…

Interior

Para além de coisas que não me recordo, o equipamento (que foi o que me levou a gostar do carro logo no primeiro contacto, para além de ser um híbrido) é variado e tem tudo o que é necessário sem “apaneleirar” a máquina:

– computador de bordo, abs, vsa (controlo de estabilidade), cruise-control, air-bags em tudo quanto é sítio, vidros eléctricos, fecho central na chave, alarme, retrovisores rebatíveis electricamente, bancos aquecidos, ar condicionado automático, rádio com leitor de 6 cd’s e Mp3 com comandos no volante, etc. (como disse há coisas que nem me lembro). A única coisa de extra que levou foi os sensores de estacionamento que hoje em dia, mesmo para os Homens, é essencial. Troquei também as jantes (não tendo havido mexida no preço) para umas que não me davam a impressão de andar com uma chapa a tapar os discos dos travões (jantes de série) apesar de a finalidade das de origem ser, precisamente, de melhorar o coeficiente impedindo o ar de entrar e assim poupar mais uns décimos de litro.

Quanto ao motor é um 1 300 cm³ com 95 Cv, auxiliado por um sistema chamado IMA com 20 Cv que tem a particularidade de locomover a máquina, em velocidade de cruzeiro, exclusivamente em modo eléctrico entre os 20 e 50 km/h. Para além disso, auxilia o motor nos arranques e acelerações para lhe dar os necessários 115 Cv’s. Quando em desaceleração ou travagem, o caro desliga o motor de combustão para poupar mais uma vez gasolina e ainda aproveita para fazer o carregamento das baterias que auxilia o motor no restante e ainda faz com que não fiquemos sem o ar condicionado quando estamos muito tempo parados no trânsito. Por falar em parados, é outra coisa que este menino tem, quando imobilizamos o carro seja numa fila de trânsito, seja num semáforo, seja enquanto a mulher vai buscar aquelas calças que mandou subir a bainha, o motor pára por completo sem sequer ser necessário desligar na chave e quando levantamos o pé do travão para andar, o motor imediatamente reinicia e põe o carro em andamento. Tudo isto é sustentado pela caixa automática (CVT) que é o sonho de qualquer mulher e os homens não se importam.

Conclusões finais: Apesar de inicialmente ter a ideia de comprar o carro por ser económico/ecológico (afinal gasta menos 3 a 4 litros por cada 100km’s que o meu anterior carro) rapidamente se transformou numa compra de um carro “porque é bom” e porque é o melhor que se pode comprar dentro do preço que ele custa (relação preço/qualidade).

Para quem não faz do dia a dia uma pista de corridas e sabe que todos os pequenos passos são importantes para que os nossos filhos um dia possam respirar algo mais que dióxido de carbono, é uma boa escolha, tanto mais porque a partir de 1 de Janeiro de 2008 vai ser mais barato ainda (cerca de 500€) devido à componente menos poluente que o carro tem e que o governo dá como incentivo para este tipo de carros no IA.

Cumprimentos

P.S.(não o partido ranhoso que nos tira qualidade de vida): Se quiserem mais informação sobre este tipo de carros e outros igualmente ou mais ecológicos dêem uma vista de olhos neste forum