Manifesto anti-tabaco …

Posted: 19/06/2006 in Geral

Estava hoje, como de costume pela manhã, a ler uns títulos do jornal e a tomar o clássico copo de leite (sim, sou daqueles que bebe leite e com prazer seus descalcificados) e a degustar o pão com manteiga, quando ao meu lado duas jovens falavam do tabaco e dos cigarros que fumavam e evitavam. Não conseguindo me abstrair de ouvir a conversa a certa altura diz uma para a outra que seria mais viciada:

– ah… eu até consigo estar muito tempo sem fumar, não tenho necessidade verdadeiramente de fumar, não é que tenha vicio físico nem nada …

Ora bem, eu sei que nem toda a gente pode ser inteligente, senão o que iríamos fazer com tantos lugares vagos na Assembleia da República, mas pelo menos podíamos fazer um esforço por não ser tão estúpidos. Ainda admito que possa haver pessoas que sejam dominadas psicologicamente por uma qualquer substância que crie a sensação de dependência e faça o maior dos rambos parecer uma florzinha envergonhada por não ter um elemento embalado numa caixinha e ao qual se chega uma chama para que se possa criar uma concentração de fumos… mas sabendo-se que não existe qualquer benefício em se fumar, principalmente quando existem muitos objectos que se podem colocar na boca para fazer o mesmo efeito (tipo as chupetas ou os chupas que tão bem serviam na nossa infância para nos acalmar), quando não se conhece qualquer tipo de carisma adicional (bem pelo contrário, nem um fumador suporta o hálito de outro) o que raio leva milhares de pessoas a colocar esses cigarros execráveis na boca só porque o amigo do lado tá a fumar.

live-fast-die-young10-1

PROÍBAM O TABACO EM SÍTIOS FECHADOS, QUADRUPLIQUEM OS PREÇOS

Eu advertia o nosso “querido” Governo que ainda pode aumentar mais os impostos sobre o tabaco, os preços ainda estão comportáveis para as nossas crianças que recebem mesada. É uma fonte acrescida de receitas e essas pessoas que nos incomodam em tudo quanto é sítio com o seu cachimbo da paz, merecem ser exploradas.

E agora vêm os acérrimos fumadores… “ah, e tal que radicalismo, proibir de fumar em sítios fechados, nós temos os nossos direitos…”. Quais direitos quais quê, querem é incomodar os outros com as vossas passas depois de almoço e na pausa do café.

Já agora era equivalente a sempre que me apetecesse e o organismo permitisse, ter o direito de chegar à beira de qualquer fumador e lhes deixasse algum do ar resultado da digestão bem feita e com grande concentração de gás metano, assim bem perto do nariz.

Querem fumar arranjem uns sacos plásticos para a cabeça e limitem o fumo ao interior deles que isso é que é de homem/mulher.

Cumprimentos

Anúncios
Comentários
  1. David diz:

    Não tem nada a ver com um chupa, muito menos com uma chupeta, faz mal, o cheiro é mau, mas a sensação é boa e sabe bem.

  2. eu diz:

    a terra paga-me em vida, eu pago à terra morrendo

  3. eu diz:

    todos os dias morrem não fumadores

  4. eu diz:

    sou tão generoso, que até o fumo partilho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s