Arquivo de Abril, 2006

FOLDING@HOME

Posted: 11/04/2006 in Computação Distribuida

“Mas que raio será isto?”, perguntam 4 dos 6 visitantes “assíduos” desta página, que diabo de nome estranho é este?

“Será algum novo creme adelgaçante para se usar em casa?” perguntam os elementos femininos.

“Será um daqueles vídeos com uma modelo que nos ensina uns movimentos novos que nos leva a perder calorias até sentados no sofá?” perguntam os restantes.

Nem uma coisa nem outra, por muito que possam ter estranhado a categoria em que se insere este artigo (hmm…um bocado presunçoso comparar isto a um documento digno de um jornal…mas quem se interessa), tem mesmo a ver com computadores. O Folding@Home é um projecto da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, que tem como objectivo estudar a ciência do desenvolvimento das proteinas e perceber o porquê (pela introdução de diversos factores externos) de algumas delas se malformarem e originarem diversas doenças bem conhecidas de alguns de nós, infelizmente: Alzheimer, Parkinson, diversas formas de Cancro, Fibrose Quistica, etc.

Para ajudar os super-computadores da universidade (O equivalente no estrangeiro aos Intel Pentium II @ 600 Mhz que nós temos aqui nas nossas escolas e que são topíssimo de gama), dado que é necessário um dia a um computador médio para simular um nanosegundo (sim, 1/1,000,000,000 de segundo) do desenvolvimento de uma proteína, os elementos deste projecto pediram emprestado a capacidade de processamento dos nossos, e dos da restante comunidade internacional, PC’s que nada fazem que não seja apenas aproveitar 10% ou menos da sua capacidade enquanto estão ligados.

Para ajudar estes homens nesta tarefa de tentar melhorar a qualidade de vida daqueles que sofrem destas doenças, apenas temos que “doar” a parte do processador que não está a ser utilizada (não comecem já a partir o material porque não é necessário mesmo uma parte concreta), isto porque o programa necessário tem uma prioridade inferior a todos os outros e tem que deixar os outros utilizar o cpu primeiro. O programa que referi pode ser obtido para ser instalado nos vossos PC’s aqui (conforme sistema operativo em uso) e é muito simples.

Como o pessoal não achava piada não saber o peso da sua contribuição em relação aos outros inventou-se uma forma de pesar o que cada um contribuía para o projecto atribuindo pontos a cada uma das parte que é finalizada, e daí que uns continuaram sozinhos, outros agregaram-se por grupos e outros ainda por países e eis que surge a equipa Portuguesa, chamada Portugal@Folding com o #35271 e que em pouco tempo se afirmou como a maior representante mundial da Língua Mãe, ultrapassando inclusive um país “irmão” (pelo menos no que respeita a mandar-nos telenovelas e dentistas) do outro lado do atlântico, bem mais populoso.

Caso desejem Ajudar esta Causa, têm todo o tipo de apoio possível e imaginário… para alem do link para o site (que já passaste e não carregaste…caso não saibas onde está) tens o Fórum numa casa bem conhecida do mundo informático, e em caso de maior urgência e com contacto mais pessoal, o IRC: #portugal@folding @ PTnet, onde também costumo estar eu com o original nick de ______ (p.f. preencher).

Espero que todos (os 4) nos visitem e se informem mais um pouco, nunca se sabe quando somos nós a precisar dos avanços que este senhores conseguem.

Anúncios

Freeware #1

Posted: 07/04/2006 in Software Livre

Não tenho pretensões de ser a maior base de dados de software livre do mundo, nem de Portugal, mas sim do Concelho onde moro (o que vai acontecer quando carregar no botão publish dentro de minutos). Não pretendo colocar aqui grandes novidades que choquem o mundo do software mas sim ser uma fonte de divulgação a quem não sabia que existe bom software reconhecido internacionalmente e ao melhor preço.

Por outro lado a maior parte do que vou referir vai ser software testado pessoalmente, mas quando não for eu aviso e só em casos de comprovadas garantias de fiabilidade é que o farei.
Para isso, pretendo abrir as hostilidades com ferramentas essenciais a quem navega na net e depois partimos para outras. E o primeiro premiado é …

A Firewall. Sim, essa verdadeira porta de segurança do vosso pc que impede os hackers de lá entrar e ver a quantidade de pornografia que têm nos discos duros e de sacar as passwords para acesso a sites entediantes e a foruns de clamar por misericórdia e que algum assassino profissional tire do sofrimento permanente em que se encontram, os seus autores e os visitantes frequentes.

Neste campo aconselho vivamente a SYGATE PERSONAL FIREWALL que é a melhor que já testei e a que uso pessoalmente.

Trata-se de uma FW (firewall) simples, fácil de instalar e configurar, eficaz (embora um pouco chata no início visto enquanto não lhe dissermos quais os programas que podem ter acesso directo à net somos “bombardeados” por avisos). Alguns saberão que, entretanto, foram comprados pela Symantec e que agora não existe actualizações, mas esse é apenas um pormenor insignificante, dado que a última versão disponível se encontrava já estável há uns tempos e não se perspectivava necessidade de actualização (…muito menos sabendo-se que não era a M$ que os desenvolvia 🙂 ).

Link para download (legal) aqui

Hello world!!

Posted: 06/04/2006 in Geral

Welcome to WordPress. This is your first post. Edit or delete it, then start blogging!

Deixei propositadamente esta mensagem para escrever sobre um problema que afecta todos os Portugueses que têm um tempo para explorar este mundo que é a internet. NÓS FALAMOS PORTUGUÊS!!!

Porque carga de água é que um gajo (palavra que irei usar frequentemente pois sou um homem do norte com um curso que não se baseia em letras), depois de configurar 2 vezes as opções do site a dizer que é Português, que a língua falada essencialmente será o pt_portugal e que o tempo é o de Portugal, tem ainda que gramar com uma mensagem de boas vindas em inglês. Ao menos colocavam um “Hello uk/usa/commonwelth!!” para ser mais correcto porque nem toda a gente neste mundo lê inglês”. Nem sequer se dão ao trabalho de colocar uma frase conforme o país de origem, ainda que fosse uma daquelas que saem desses ranhosos tradutores online que fazem com que depois da tradução tenha ainda menos sentido do que na língua original (válido para qualquer dialecto)

Isto só chama atenção para um facto com que o nosso país se tem que se debater, ou seja, caso não domines a língua de Sua Majestade (salvo seja, que nem sei onde aquilo andou) pouco mais podes fazer que ler os sites dos jornais desportivos (Jogo, Bola e Record), arranjar umas receitas para o jantar do marido e ler uns blogs de qualidade duvidosa.

De qualquer modo e para aqueles indivíduos que encontraram esta página aberta no pc de um qualquer companheiro de trabalho e queriam saber que tipo de páginas é que o indivíduo visitava (de fraca qualidade – não confiar nele) vou deixar aqui a tradução desta frase enigmática.

Benvindo ao WordPress. Esta é a tua primeira entrada. Edita-a ou apaga-a, e começa a “blogar”!

Benvindos