Arquivo de Abril, 2006

Descarrega para aí…

Posted: 30/04/2006 in Software Livre

Não acham irritante o facto de quando alguém esta a tirar qualquer coisa na internet e por qualquer razão, é interrompido quando vai a 99,5% do download e tem que reiniciar tudo de novo?

Eu passo-me dos carretos com isso. Ainda para mais porque a culpa normalmente é do nosso “querido” ISP (Sapos, Netcabos, Onis, Clixs, etc.) que resolve interromper naquele momento oportuno o download, ou do servidor que esta a fornecer o ficheiro, que de todos os dias que poderia falhar, escolheu simplesmente o seu dia, a sua hora, o seu minuto para chatear.

Para resolver este tipo de coisas, nasceu o Free Download Manager , uma excelente ferramenta para quem quer, nas calmas, fazer os seus downloads sem se preocupar com quebras, durações (alguns tem que ficar da noite para o dia e vice-versa).

Ele reinicia quando há quebra de ligação, procura outros mirrors para fazer a descarga mais rápida e tem várias possibilidades de agendamento (para iniciar fora de horas por exemplo).

Integra-se facilmente no browser, no Firefox por exemplo basta uma simples extensãozita chamada FlashGot (não confundir com flashget) e definir nas opções para esta ferramenta utilizar o FDM.

Permite também estabelecer facilmente pastas pré-definidas para determinado tipo de download, o que poupa bastante trabalho quando temos muitos downloads que queremos colocar na mesma pasta e não queremos estar sempre a indicar o caminho da pasta para onde vai o ficheiro.

Instalem e experimentem por vocês mesmos. Neste link existe para além da versão mais recente,uma tradução para a língua do nosso ainda seleccionador.

Diagnóstico… virose

Posted: 27/04/2006 in Software Livre

Quantos de vós têm alguém conhecido que nunca apanhou um vírus por navegar na internet, receber um email, abrir um ficheiro em disquete ou CD… Pois, foi o que pensei… ninguém que tenha um pc (e se estão a ler isto presumo que tenha acesso a essa máquina estranha e completamente incapaz de aprendizagem).

Quantos de vós, tem um antivírus pago em casa que actualiza anualmente a subscrição… hmm… apenas um? Pois… mais um do que estava à espera. Vá vai ali para o canto, que já falamos.

E quantos tem uma versão pirata de antivírus pesados que gastam muitos recursos (que poderiam ser aproveitados noutras tarefas que são realmente importantes) e que nos ajudam a perder a paciência sempre que queremos abrir um simples ficheiro de processador de texto ou folha de calculo, mesmo em pc’s da classe média, e sabendo que os cracks vêm daquelas páginas que vos contaminam os pc’s e os deixam tão marados como se não tivessem nenhum AV… ena pá… todos excepto aquele pagante, ok… ficam todos de castigo.

Então não sabem que existem programas livres que fazem um excelente trabalho, que não são pesados, que têm actualizações diárias da base de dados dos vírus e que permitem scans diários em hora pré-programada… não sabem informem-se. Vão à página do AVG FREE e instalem a versão mais recente do software.

As vantagens já as enumerei, a eficácia é garantida por quem como eu, não tem problemas com vírus há mais de 1 ano. Tem também integração com o M$ Outlook, para quem usar isso (Thunderbird here), e nos menus do botão direito do rato.

Existem outras soluções livres,tal como o maravilhoso CLAMWIN que apenas peca por não ter protecção em tempo real, mas na minha opinião este é ainda o melhor e o que apresenta melhor aceitação entre as pessoas com quem falo e que o usam.

Mantenham o vosso pc limpo.

25 de Abril

Posted: 23/04/2006 in Geral

É um dia de alegria…

O povo (que é quem mais ordenha) rejubila, sai às ruas, relembra velhos tempos.

Este ano, de diferente, o facto de as comemorações terem sido antecipadas. Havia povo com abundância nas ruas, os cartazes reivindicativos, as bandeiras, os lideres em palanques elevados a saudar e fazer a festa com as pessoas que aguardavam pacientemente a sua chegada na esperança de ouvir um bom discurso. Não houveram canções de intervenção nos altifalantes mas antes um hino bem conhecido de todos acompanhado de marchas igualmente conhecidas e que cortavam a hegemonia uma da outra. As pessoas estavam mais espalhadas que em anos anteriores uma vez vez que as obras eternamente lentas na Praça da Liberdade e Av. dos Aliados (Porto) dificultavam a aglomeração nestes locais, pelo que o povo se dispersou por outras avenidas igualmente bonitas. Ouvia-se a comunicação social a dar grande destaque aos festejos, dando também relevo a noticias que chegavam de todo o lado do nosso País

Esta anticipação das comemorações não foi decretada por nenhum governo, na tentativa de puxar um feriado de terça-feira para a segunda e evitar mais uma “ponte”, a bem da produtividade, como alguns chegaram a sugerir, nem que o 25 de Abril tivesse que calhar no 24 ou 26, mas antes surgiu com naturalidade, porque o povo quis e os seus lideres criaram condições.

A antecipação no 25 de Abril começou com algumas pessoas a invadir o teatro dos acontecimentos antes da hora prevista, na ânsia de levar algo mais que uma simples recordação de mais um dia de alegria. Depois que acalmaram e ocuparam novamente os lugares que lhes estavam destinados pode-se seguir com o programa previsto.

É meus amigos quer gostemos quer não, as comemorações no 25 de Abril foram dia 22 e estenderam-se pela noite de 23.

Um bem haja aos heróis da revolução deste ano e ao seu líder desde sempre.

Parabéns.

Ps: Um agradecimento ao F.C. Penafiel por não ter estragado a festa no Estádio 25 de Abril.

Olhem para a imagem

 

Mozilla Roxxx (part 2)

Posted: 20/04/2006 in Software Livre

You have e-mail…? You must have this software…

Inbox Takeover

Aqui poderão encontrar o melhor gestor de e-mail do universo, quiçá do planeta terra. Encontram lá a versão PT_BR que é a que mais se aproxima da nossa língua, já que infelizmente o choque tecnológico não é forte suficiente para haver pessoal capaz de ter tempo para traduzir estes programas para a verborreia nacional. (UPDATE: Já existe uma versão PT_PT)

É um programa simples, eficaz que apresenta várias particularidades que deixam quem o usa muito agradado, nomeadamente, a facilidade de configuração, a capacidade de receber RSS feeds, agrupamento de mensagens (data, remetente, etc), segurança bloqueando (excepto com o nosso acordo) inclusive as imagens nas mensagens com formatos não texto, e o melhor de tudo, um filtro avançado de SPAM. Com esta característica, o utilizador sempre que receber uma mensagem de spam envia-a para o recipiente correspondente e com algumas mensagens de exemplo no mesmo, o filtro começa a funcionar na perfeição não tendo que se preocupar com publicidade ao famoso medicamento que permite a alguns não dormir, ou com a pub direccionada a quem tem complexos de inferioridade e outras que tais.

O único senão neste programa, a meu ver era a necessidade de incluir a possibilidade de minimizar para o systray a fim de evitar que tenhamos o programa na barra quando estiver muito tempo aberto.

Por fim, recomendo a todos os que têm webmail tipo hotmail, yahoo, gmail, a dar uma vista de olhos nesta página para facilmente poderem receber todo o tipo de email no mesmo programa… o nosso maravilhoso Thunderbird.

PS: Acabei de descobrir a extensão para minimizar para o systray (este software é oficialmente perfeito 🙂 )

Mozilla Roxxx

Posted: 18/04/2006 in Software Livre

Please use Firefox

Ainda na senda de divulgar “websoftware”, aproveito o surgir um novo update, para divulgar o software que, para mim, irá ser reconhecido (num futuro próximo) como aquele que marcou o fim de uma era. A era do “não conseguimos competir com a Microsoft” já era (passe a figura de estilo). Entrou-se na era do “existem alternativas e melhores”. Com o lançamento do 1º Firefox, muita gente se apercebeu que não tinha que usar obrigatoriamente aquilo que o CD do Sistema Operativo trazia, que podia usar alternativas melhores e grátis, sem que para tal pusesse em risco a segurança. Este facto foi dando um impulso a novos tipos de software livre, dando a possibilidade a estes de competir com o que até á altura se tinha que pagar e obrigando, inclusive, as produtoras de software proprietário a publicar versões livres para uso exclusivamente não comercial, tal como se impõe numa altura em que a crise económica está aí e que o pessoal só tem dinheiro para pagar a casa ao Banco e o vinho (necessário e suficiente) para fazer esquecer a prestação.

É por isso que eu sou fã deste “browser” (não sei se há tradução oficial para português), o facto de em tão pouco tempo demonstrar que é possível à competência superar a tradição e a pasmaceira. Sim, porque quase 20% dos utilizadores de navegadores da internet, no final de março de 2006, já se tinham rendido às vantagens do Firefox e essas são incontáveis (só para terem uma ideia, a versão do “browser” concorrente irá ter, lá para o fim do ano, como novidades, características que aparecem no Firefox desde… sempre) começando pela inovação, pela capacidade de personalização, simplicidade de utilização, rapidez e principalmente pela segurança. Ouviam-se aqueles arautos da desgraça que inicialmente previam o descalabro em termos de aparecimento de buracos na segurança como aparecem nos orçamentos em Portugal, assim que começasse a ser mais conhecido e utilizado, mas a verdade até ao momento é que com mais de 165 milhões de downloads depois ainda pouco se ouve falar nessas anunciadas falhas (lá vindo uma de vez em quando).

Não podemos ainda dizer que é o software perfeito, embora muitas das queixas que aparecem se devam a ideias retrogradas de desenvolvedores dos sites que ainda insistem em fazer páginas para a maioria e não para todos, mas é o melhor que se pode arranjar por aí (lá estão os utilizadores do Opera a reclamar 😛 ).

É então um software a instalar nos vossos pc’s e que devem recomendar a todos quantos tenham a mania que a internet é um sítio onde as pessoas colocam em risco a privacidade dos dados no seu pc dando-lhes a certeza que poderão dormir muito mais descansados.

This post was made with Get Firefox!. The Get Firefox! browser. Get Firefox!

Meter um dia para as férias…

Posted: 13/04/2006 in Geral

Esta frase do título é sobejamente conhecida por quem trabalha…

Não a ouvimos da boca de um estudante, nem de um patrão, normalmente quem trabalha e consequentemente merece, é que faz dela um motivo de regozijo. Mas eis que ontem fomos assombrados, quando mais uma classe da nossa sociedade a passou a usar. A classe Política. E vieram dar um novo sentido à frase… Alegrem-se todos aqueles que até agora tinham que trabalhar nos dias de trabalho e ir de férias nos dias de férias, pois após a experiência piloto de ontem vamos ter a solução MIX, que pelo sucesso e adesão será, com toda a certeza, alvo de Decreto-Lei.

E no que consiste essa solução mix? Perguntam vocês muito bem, pois é simples e trará muitas alegrias a todos, dado que os trabalhadores poderão optar por uma das hipóteses: estar a gozar férias e receber o normal ordenado ou então fingir que se está a trabalhar quando na verdade se goza uma praiinha no algarve ou noutro destino turístico.

Agora a sério, acredito sobejamente que o que aconteceu ontem (os deputados da Assembleia picarem o ponto e seguirem para o Algarve) se deveu única e exclusivamente a fenómenos meteorológicos… Sim, entenderam bem, e quando vierem as justificações das faltas (hmmm…se calhar devia ter dito ausência) vai precisamente confirmar que os representantes nessa instituição imaculada se encontravam todos nos respectivos locais de trabalho prontos para começar um árduo dia de trabalho quando boatos (com certeza da bancada do Bloco de Esquerda visto estarem lá todos) de que o tempo iria piorar a partir de sexta-feira. Ora, não querendo estragar as merecidas férias após largos meses de duro trabalho, resolveram sair um dia mais cedo na esperança de compensar o dia num qualquer fim de semana que desse jeito.

Tenho também a convicção que todos nós preferimos ter os nossos decisores descansadinhos e bem dispostos depois de terem conseguido um dia de férias com sol do que simples fantoches sonolentos que dançam ao som das politicas dos partidos que por sua vez são manipulados por interesses económicos daqueles que lhes pagam as férias.

É este o mundo real, não nos podendo rir com um parlamento como o de um certo país asiático que resolve tudo ao soco, vamo-nos divertido com os nossos pequenos palhaços.

Passwords

Posted: 12/04/2006 in Software Livre

Como já tinha dito, iniciei esta senda pelo mundo da divulgação do Software Livre dando prioridade aos programas relacionados com a internet e a navegação. Nesse sentido, já foquei um aspecto que é essencial, a segurança e nomeadamente a firewall. Vou voltar a fazê-lo, desta vez com um pequeno programa que deveria fazer parte do dia a dia dos mais esquecidos (eu sou um deles).

Quem navega frequentemente, quer seja para tentar obter informações, participar em discussões e foruns, ir ao site do banco ver o saldo novamente a zero ou simplesmente porque está zangado com o patrão e quer se entreter com tudo excepto com o trabalho, é, normalmente, confrontado com a obrigatoriedade de se registar para obter um Username e Password.

É claro que se lá formos todos os dias, facilmente decoramos esse registo e o introduzimos em cada visita, no entanto, quando existem dezenas de páginas onde temos que introduzir códigos ou só lá vamos 2 vezes por ano, torna-se mais difícil gerir estas multiplas combinações de registos de entrada sem que se quebre o que eu considero uma das regras básicas da password, a saber:

1ª – Nunca utilizar a mesma password e nome de utilizador em todos os sites;

2ª – Não utilizar o próprio nome, da namorada(o), cônjuge, filhos, datas de nascimento, iniciais do clube, nº de telefone, como password;

3ª – Não memorizar as passwords nos PC’s (vulgo gestores dos browsers), sobretudo se não for o único a utilizá-lo ou se for em browsers que não oferecem qualquer garantia de segurança (facilmente perceptível pela quantidade de erros que são corrigidos todos os meses);

4ª – Não apontar num papel (para além de nunca o encontrarmos qd é preciso, facilmente o nosso colega de escritório o encontra qd anda secretamente a mexer nas nossas coisas)

5ª – Não a fornecer a ninguém (duhh).

Tendo em conta o que foi, nada mais útil que usar um programinha que se transporta na nossa pendrive (ou se coloca no nosso PC), armazena todas as nossas passwords de uma forma encriptada, que nos ajuda a criá-las sugerindo passwords aleatórias com altos níveis de segurança de forma simples e sem ter que escolher “uma que consiga decorar”.

O KEEPASS Password Safe é um excelente projecto alojado na bem conhecida casa que é o SourceForge, bastante activo no seu desenvolvimento, completamente grátis e sem limitações.

Recomendo que se escolha uma boa password de acesso à base de dados (comprida com vários números e letras maiúsculas e minúsculas) já que é uma garantia acrescida de segurança.

O programa tem algumas características que permite facilitar a vida, como o já falado gerador aleatório de passwords permitindo escolher o nº de caracteres, copiar para “clipboard” a password (eliminando-as automaticamente após 10 segundos) de forma a que permita “colar” na respectiva caixa existente no site escolhido sem que tenha que digitá-la, entre outras mais ou menos importantes.

O download pode ser feito aqui e existe uma tradução para adaptar o programa a uma língua parecida com a nossa aqui.

“There’s no better price than free”